Casa do Poeta · Lindolf Bell












Deixarei por herança
não o poema
mas o corpo no poema
aberto aos quatro ventos

Pois todo poema
é verde e maduro,
em areia movediça
de angústia, solidão
Onde me debato
ainda que finja o contrário
em busca da verdade
e seu chão

Deixarei por herança
não o poema
Mas o corpo repartido
na viagem inconclusa

Pois todo o poema maduro
é um verde poema
E, mesmo acabado,
se estriba na inconclusão
Claro, sem esquecer,
o estratagema da paixão
Casa do Poeta Lindolf Bell . Grão Espaço Cultural

Horário . Terça a Domingo: 8h30min às 11h30min e 13h30min às 17h30min. Segunda-feira: FECHADO.
Rua Quintino Bocaiúva, n° 902, bairro Quintino, Timbó/ SC. Brasil Tel: 47 3399.2074
Administração: casadopoeta.timbo@lindolfbell.com.br
Centro de Memória: centrodememoria@lindolfbell.com.br
Grão Espaço Cultural: graoeventos@lindolfbell.com.br