O Poeta – Cronologia

Cronologia dos acontecimentos

  • 1938

    Nasceu em Timbó, Santa Catarina, no dia 2 de novembro. Filiação: Theodoro e Amália Bell.
  • 1944

    Foi alfabetizado em alemão pela mãe.
  • 1950

    Concluiu o curso de 1º Grau no Grupo Escolar Polidoro Santiago, situado em Timbó.
  • 1954

    Concluiu o curso de 2º Grau no Ginásio Normal Ruy Barbosa, também situado em Timbó. Foi orador da turma, premiado com cinco medalhas, sendo uma a de melhor aluno de português.
  • 1955

    Morou na cidade de Blumenau, onde fez o curso de Técnico em Contabilidade no Colégio Santo Antônio
  • 1956

    Conheceu Alzira Hahmann. Surgiram os primeiros poemas de amor.
  • 1957

    Formou-se em Contabilidade, retornou à Timbó.
  • 1958

    Serviu à PE (Polícia do Exército) do Rio de Janeiro.
  • 1959

    Entrou na Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro. No mês de junho, deixou o exército. Na cerimônia de baixa, proclamou um poema no Juramento à Bandeira, evento precursor do movimento da Catequese Poética.
  • 1960

    Voltou à Timbó. Escreveu para jornais e revistas catarinenses (“Revista do Sul”, “A Nação”, “Jornal de Joinville”). Publicou poemas na revista Leitura do Rio de Janeiro.
  • 1962

    Na cidade de São Paulo conheceu a jornalista Maria Serafina de Andrade Vilela, que o apresentou à Cecília Meireles e à Lygia Fagundes Telles. Conheceu também o editor Massao Ohno, que publicou “Os Póstumos e As Profecias”. Na coleção “Novíssimos”, participou ao lado de nomes como Roberto Piva, Claudio Willer, Eunice Arruda, Renata Palotini e Carlos Felipe Moisés. Promoveu a exposição de poemas-murais de autoria dos poetas paulistas e catarinenses (Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis). Participou da coletiva de “poemas-murais” na Biblioteca Mário de Andrade, cidade de São Paulo.
  • 1963

    Ganhou o prêmio “Governador do Estado de São Paulo” como revelação. Foi premiado através de concurso pela Comissão Estadual de Cultura de São Paulo, com o Prêmio Estímulo (gênero poesia).
  • 1964

    Publicou “Os Ciclos”. Iniciou o movimento da Catequese Poética proclamando poemas na boate "Ela, Cravo e Canela", localizada em São Paulo. Realizou diversos recitais em Teatros, Universidades, Escolas e Clubes de São Paulo, onde também se apresentaram Álvaro Alves de Faria, Carlos Soulié do Amaral e Roberto Bicelli.
  • 1965

    Publicou “Convocação”. Realizou na PUC-RJ o I Recital de Poesia em Estádio, no qual compareceram mais de mil estudantes. Ingressaram na Catequese os poetas Rubens Jardim, Luiz Carlos Mattos, Iraci Gentilli, Reni Cardoso, Erico Max Muller e outros.
  • 1966

    O movimento Catequese Poética se intensificou. Viajou por vários estados. Publica “Curta Primavera” e “A Tarefa”. Conhece a cantora lírica Anna Maria Kieffer.
  • 1967

    Publicou “Antologia Poética”. Formou-se em Dramaturgia na Escola de Arte Dramática de São Paulo.
  • 1968

    Editou a “Antologia da Catequese Poética”. Após o rompimento com Anna Maria Kieffer, escreveu “As Annamárias”. Casou-se com a escultora Elke Hering.
  • 1969

    Participou do Internacional Writing Programm, na Universidade de Iowa USA. Em Iowa e Chicago fez espetáculos de poesia com objetos criados por Elke. Recebeu uma placa de homenagem conferida pela cidade de Timbó SC ao seu filho Lindolf Bell.
  • 1970

    Fixou moradia em Blumenau. Juntamente com sua esposa Elke e os amigos Péricles Prade e Arminda Prade, criou a Galeria Açu-Açu (primeira galeria de artes do estado) em Blumenau SC. Recebeu uma placa de Homenagem e gratidão conferida pelos Professorandos do Colégio Normal Ruy Barbosa, Timbó SC.
  • 1971

    Publicou “As Annamárias”, obra esta qualificada por Drummond como “a mais importante obra lírico-amorosa em língua portuguesa dos últimos quinze anos”.
  • 1972

    Participou com os poemas-objetos da I Pré-Bienal de São Paulo.
  • 1973

    1ª Edição dos Corpoemas (camisetas com poemas).
  • 1974

    Publicou “Incorporação”. Recebeu uma placa de agradecimento conferida pela participação na XI Convenção das Domadoras Lions Club de Blumenau SC.
  • 1975

    2ª Edição dos Corpoemas (camisetas com poemas).
  • 1979

    Recebeu, juntamente com Elke, a placa de Mérito na Arte pelo evento: Blumenau - Ontem e Hoje / Carlos Muller, Blumenau SC
  • 1980

    Publicou “As Vivências Elementares”. Recebeu um troféu na X Festa de Instalação do Município de Indaial SC, ofertada pela Metalúrgica H Wanke e Marmoraria Indaial Ltda.
  • 1981

    Criou a Praça do Poema em Blumenau. Em São Paulo ganhou o prêmio “Miguel de Cervantes”.
  • 1982

    Viajou à Península Ibérica. Criou a Praça dos Poemas em Blumenau SC. Foi escolhido por unanimidade como Personalidade Cultural pela União Brasileira dos Estudantes
  • 1984

    Publicou “O Código das Águas”.
  • 1985

    A Associação Paulista dos Críticos de Arte premia a obra “O Código das Águas” como o melhor livro de poesia do ano.
  • 1986

    Começou a trabalhar nas “Odes Ibéricas” do livro inédito “Anima Mundi”.
  • 1987

    Recebeu o troféu Destaque de Literatura.
  • 1989

    Retornou a editar os Corpoemas.
  • 1990

    Juntamente com o artista plástico César Otacílio, criou o primeiro painel-poema do Brasil. Instituiu uma série de cartões-poema do Brasil. Criou a série de cartões-postais e os Ecopoemas, com a fotógrafa Lair Bernardoni. Recebeu o troféu de reconhecimento de sua terra natal, Timbó SC.
  • 1992

    Criou o Jardim dos Poemas em Indaial – SC. Com Lair Bernardoni, institui os papéis-carta-poesia e selapoesia.
  • 1993

    Criou a Praça da Poesia em Timbó – SC; Com Horácio Braun e Cao Hering instituiu poemadesivos. Com o artista plástico Ronaldo Betaco criou painel-poema, em Chapecó – SC. Lançou centenas de poemas de avião, sobre Rio do Sul – SC. Iconographia - Editora Paralelo27/1993.
  • 1995

    Lançamento de poemas engarrafados no rio Itajaí-Açu. Inaugurou painel-poema com Guido Heuer na Prefeitura de Blumenau. Recebeu um troféu em homenagem aos 30 anos da Catequese Poética, conferido pelo Clube Ginástico Guairacás de Timbó SC. Recebeu uma placa da Câmara Municipal de Blumenau SC, conferindo o título de cidadão blumenauense. Ganhou placa de agradecimentos conferida pelo Tabajara Tênis Clube de Blumenau SC. Ganhou placa homenageando o poeta pela contribuição à Literatura Catarinense, conferido pelo I Concurso Literário das Escolas Municipais de Balneário Camboriú SC. Criação do concurso de poesias "Lindolf Bell" pela Fundação Cultural de Timbó.
  • 1996

    Representou o Brasil no VI Festival Internacional de Poesia, de Medelim, por indicação do Ministério da Cultura. Recebeu um troféu em homenagem aos 30 anos da Catequese Poética, conferido pela Universidade Regional de Blumenau FURB. Recebeu o certificado pelo Dia do Poeta, conferido pelo Rotary Club Hermann Blumenau SC, pelos serviços prestados à comunidade. Recebeu uma placa de homenagem conferida pela Associação dos Moradores do Bairro São Roque de Timbó SC.
  • 1997

    Novamente por indicação, representou o Brasil no Festival Del Sol em Cuba, onde recitou poesias em penitenciárias. Foi homenageado com Mérito Cultural pela Fundação Cultural de Blumenau SC.
  • 1998

    Recebeu a medalha de Mérito Cultural “Cruz e Souza” em Florianópolis. Recebe do Jornal do Médio Vale de Timbó SC, o troféu Expressão do Médio Vale. Recebeu placa em homenagem pela passagem do Dia do Poeta, conferida pela Secretaria de Educação e Cultura - Departamento de Cultura SC. Ano de partida de Lindolf Bell (10 de dezembro).
  • 2001

    Foi eleito um dos 20 do Século XX. Uma homenagem aos vinte catarineses que marcaram o Século XX, promovido pela RBS e a Telesc Brasiltelecom, no Centro Integrado de Cultura, Florianópolis/SC.